Tudo sobre exposição # Aula 2

Exposição na fotografia

Abertura do diafragma, velocidade do obturador e sensibilidade do ISO, esses são os 3 pilares da fotografia, entender como funcionam é fundamental para tirar fotos impactantes.

Nesta segunda aula do nosso curso intensivo de fotografia on line iremos mostrar as características de cada um dos 3 pilares, você verá que não é bicho de 7 cabeças.

Abertura do diafragma

O diafragma é o dispositivo que controla a quantidade de luz que passará da objetiva para a câmera e a profundidade de campo da imagem. Profundidade de campo é a porção nítida da fotografia. Sendo assim, ao diminuir ou aumentar a abertura do diafragma você altera a quantidade de luz que entra na câmera e aumenta ou diminui a profundidade de campo da imagem.

Quanto maior for a abertura do diafragma, menor será a profundidade de campo da foto e mais luz entrará na câmera. E quanto menor for a abertura do diafragma menos luz entrará na câmera e maior será a profundidade de campo da imagem.

Aberturas Aberturas e profundidade de campo

Velocidade do obturador

O obturador é como uma cortina que cobre o sensor e que abre e fecha na hora de tirar a foto. O tempo que ele permanece aberto é o que chamamos de velocidade do obturador. A velocidade do obturador determina o tempo que o sensor ficará exposto à luz. Usamos velocidades rápidas quando queremos congelar o movimento e velocidades lentas quando queremos registrá-lo.

Vale lembrar que quando trabalhamos com velocidades lentas é necessário colocar a câmera no tripé.

velocidade do obturador

Sensibilidade de ISO

O ISO controla a sensibilidade à luz do sensor da câmera, quanto maior o ISO configurado mais sensível ficará o sensor e menos luz será preciso para registrar a cena. Porém, essa história tem um vilão: o ruído. A medida que vamos aumentando o ISO, a qualidade da imagem vai diminuindo pois o nível de ruído produzido aumenta. Por tanto, use com moderação.

Sensibilidade de ISO

Ao fotografar, use sempre o menor valor de ISO que a ocasião permitir para garantir fotos com mais qualidade.

O triângulo da exposição

Abertura do diafragma, velocidade do obturador e sensibilidade do ISO formam o triângulo de exposição. Estes 3 fatores trabalham juntos para captar a quantidade de luz correta para produzir a foto, mas o equilíbrio pode ser alterado para satisfazer nossas necessidade e produzir efeitos na imagem.

Como funciona

Imagine que cada um dos fatores acima (abertura do diafragma, velocidade do obturador e sensibilidade do ISO) seja um lado de um triângulo. Se alterarmos um desses elementos, temos que compensar ajustando pelo menos um dos outros dois. Por exemplo, uma abertura grande combinada com uma velocidade do obturador rápida produz a mesma exposição que uma abertura pequena com uma velocidade mais lenta, porém as imagens resultantes são diferentes.

Uma grande abertura do diafragma permite que muita luz passe da objetiva para a câmera, com isso configuramos uma velocidade do obturador bem mais rápida para a exposição correta ou um ISO mais baixo, o que torna o sensor menos sensível à luz.

Outra situação é quando deixamos o obturador aberto por um tempo maior, mais luz irá atingir o sensor, para evitar a sobre exposição devemos diminuir a abertura do diafragma ou diminuir o ISO.Uma abertura do diafragma pequena restringe a quantidade de luz que entra na câmera e produz uma imagem com maior profundidade de campo, ideal para fotografar paisagens. Mas para compensar é necessário usar velocidades mais lentas e com isso o uso do tripé faz-se necessário.

Entenda como ler o histograma

Foto com baixo contraste

Fotografia - Histograma

O histograma exibe pixels escuros à esquerda, claros à direita. Nesta situação não há pixels em nenhuma das extremidades da gama de tons, a fotografia fica sem sombras escuros e sem luzes (highlights).

Muito escura – Fotografia Low-Key

Fotografia - Histograma

Um grande pico à esquerda do gráfico indica predominância de tons escuros. Se o gráfico tocar a aresta esquerda é porque houve perda de detalhes nas sombras.

Muito Clara – Fotografia High-key

Fotografia - Histograma

Um grande pico à direita do gráfico indica predominância de tons claros. Se o gráfico tocar a aresta direita é porque houve perda de detalhes nas partes claras.

Veja as outras aulas do curso:

Aula 1 – Conhecendo sua câmera
Aula 2 – Tudo sobre exposição
Aula 3 – Distância Focal
Aula 4 – Composição fotográfica
Aula 5 – Equipamento Essencial

Post
Tudo sobre exposição # Aula 2
Título
Tudo sobre exposição # Aula 2
Descrição
Abertura do diafragma, velocidade do obturador e sensibilidade do ISO, esses são os 3 pilares da fotografia, entender como funcionam é fundamental para tirar fotos impactantes.
Autor
Blog
Blog Olha o passarinho
Logo
Se gostou, compartilhe!
Email this to someoneShare on Facebook1Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Pin on Pinterest0Print this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *